Galera, uma das coisas mais magnificas que já fiz na vida foi fazer a travessia terrestre entre a cidade de Mendoza na Argentina e a cidade de Santiago do Chile. Para quem não sabe, essa travessia é feita por uma estrada que cruza a Cordilheira dos Andes, conhecida como “paso Los Libertadores”.

Nada do que eu escreva aqui será capaz de descrever o que você verá na estrada, é impressionante a grandeza das paisagens.

Deveria ser obrigatório que todas as pessoas fizessem essa travessia ao menos uma vez na vida. É tanta beleza e tanta grandeza que é de emocionar.

Não digo que é o lugar mais bonito que conheço, mas digo que é o lugar mais impressionante que já vi, são montanhas que se perdem em sua própria imensidão. Filosofei né? Mas não é pra menos!

Fotos da Travessia!!!

Mas vamos ao que interessa, pois para fazer a tal travessia alguns pontos devem ser considerados, primeiramente, você pode cruzar a estrada de diversas maneiras, mas normalmente as pessoas (turistas) vão de carro (alugado), ou de ônibus. Eu escolhi ir de bus!

Tanto na Argentina quanto no Chile as passagens são baratas e os ônibus são excelentes. A maioria têm 2 andares. Recomendo que compre a passagem no andar de cima e na poltrona da frente, você terá uma visão mais do que privilegiada da estrada.

Vale ressaltar que você pode tanto ir de Mendoza para Santiago, quanto fazer o trajeto contrário ou fazer ida e volta, tudo vai depender de como sua viagem está organizada, eu fiz o trajeto de Mendoza para Santiago, onde fiquei por alguns dias e depois fiz novamente a viagem de volta para Mendoza.

Escolhi fazer a travessia no inverno (agosto), justamente para poder ver as montanhas gigantes cobertas de neve, pode ser que você escolha fazer a travessia em outra época do ano e sem neve, como eu adoro neve recomendo que vá no inverno, a neve deixa a paisagem ainda mais bonita.

Mas adianto que existe um risco de fazer essa travessia no inverno, pois a estrada que pode estar fechada devido ao mau tempo e possíveis nevascas, sendo assim, é aconselhável que tenha certa flexibilidade de datas para fazer a travessia. No meu caso, tive esse problema na viagem de ida, a estrada ficou fechada por dois dias, por sorte eu tinha tempo para poder esperar, até que a estrada abriu e deu pra fazer a viagem. Na volta não houve problemas.




Outro ponto negativo dessa travessia é o tempo que se perde na aduana, como é uma viagem que cruza 2 países é necessário passar pela aduana para fazer as formalizações de imigração. Para quem vai de ônibus esse processo é bem demorado, pois além de tudo o ônibus inteiro é revistado. De carro acredito que seja um pouco mais rápido. Perde-se em média duas horas parado na fronteira.

Agora vou citar os principais pontos que temos na estrada. Na parte Argentina existe o Parque Provincial do Aconcágua, se o céu estiver aberto é possível ver o monte Aconcágua, pra quem não sabe, é a maior montanha das Américas e a segunda mais alta do mundo. Ainda no lado argentino temos a Ponte Inca. Na fronteira temos o monumento do Cristo Redentor de los Andes. No lado chileno temos a as curvas do caracol, absurdamente diferente de todas as estradas que você já viu, chega a ser até um pouco medonha.

Um ponto positivo de ir de carro é que você pode ir parando pela estrada e tirar fotos aonde quiser, já indo de ônibus isso não é possível.

Galera, confira esses vídeos, as imagens são de celular, mas da pra ter uma noção da maravilha que é essa travessia:

Dicas apresentadas nesse post:

  1. Realizar a travessia no inverno.
  2. Ter flexibilidade de data para a travessia devido a possibilidade da estrada fechar devido ao mau tempo.
  3. Comprar passagem de ônibus no segundo andar, na janela da frente.
  4. Ir de carro para poder curtir mais as paisagens da estrada.

Locais citados nesse post:

  1. Parque provincial do Aconcágua.
  2. Ponte Inca.
  3. Cristo Redentor de Los Andes.
  4. Curvas do Caracol.

 

Caso tenham alguma dúvida ou curiosidade é só perguntar.

Quem já fez a travessia e tiver experiências para compartilhar, é só comentar.

 

Abração

 

Thiago Gênova

16 thoughts on “Travessia dos Andes (Mendoza – Santiago)

  1. Thiago, se eu decidir fazer essa rota, é só pegar um ônibus de Santiago com destino à Mendoza que ele faz esse trajeto? Tô com medo de comprar e ter outra rota..sei la.

  2. Oi danielle sim.. não tem erro.. afinal outra estrada pra ir pra santiago é mto longe.. kkkkk o onibus que faz o trajeto pela estrada los libertadores, mendoza santiago, pegue o onbus de 2 andares no andar de cima na janela da frente, vc via me agradecer por esta dica pro resto de sua vida.. kkkk

  3. Olá, irei fazer essa travessia em agosto. Até tenho flexibilidade na viagem, mas sairei com o hotel em Mendoza reservado do Brasil, o que me trará custos desnecessários caso encontre a estrada fechada. meu roteiro: Sairei do Brasil dia 08/08 com destino a Santiago. Ficarei até dia 13 onde seguirei pra Mendoza. Retorno dia 18/08 para Santiago com Voo pro Brasil dia 19/08. Fica arriscado pegar essa estrada fechada e perder a grana do hotel pago em Mendoza, e ainda ter que voltar pra Santiago e ter custos com nova hospedagem. Estou na dúvida como resolver. o que sugere?

  4. Olá, irei fazer essa travessia em agosto. Até tenho flexibilidade na viagem, mas sairei com o hotel em Mendoza reservado do Brasil, o que me trará custos desnecessários caso encontre a estrada fechada. meu roteiro: Sairei do Brasil dia 08/08 com destino a Santiago. Ficarei até dia 13 onde seguirei pra Mendoza. Retorno dia 18/08 para Santiago com Voo pro Brasil dia 19/08. Fica arriscado pegar essa estrada fechada e perder a grana do hotel pago em Mendoza, e ainda ter que voltar pra Santiago e ter custos com nova hospedagem. Estou na dúvida como resolver. o que sugere?

  5. Olá Rodolpho, eu e meu namorado estamos passando pela mesma situação que você. Iremos para santiago dia 30 de julho e no dia seguinte gostaria de atravessar para Mendoza, e voltar para Santiago dia 5 de agosto, porém estou com medo de reservar o hostel e não conseguir atravessar.
    O site booking possui alguns hotéis e hostels que permitem que faça o cancelamento grátis até dois dias antes da data de reserva, teríamos que contar com a sorte, o ideal é 3 dias antes da viagem analisarmos a previsão do tempo e ver se a estrada esta aberta, caso as condições climáticas não sejam favoráveis ou a estrada já esteja fechada ainda há tempo de cancelar a reserva.
    No Hostelword não fala até que data pode cancelar, mas pelo que eu entendi caso seja cancela em cima da hora você paga apenas o valor de uma diária, que já bem melhor do que pagar o total né?
    Mas gostaria de saber a opinião do Thaigo também e gostaria de saber se a estrada é perigosa no inverno.

  6. Oi Thiago, muito legal o teu blog. Estamos indo em família agora em meados de julho e passaremos 15 dias em Santiago, de avião. Será que arrisco ir a Mendoza? Fiquei encantado com o teu relato,mas e se não consigo voltar para Santiago. Acho que deveria, se for o caso, tentar ir no início da viagem né. Tem o problema dos hoteis, tb 🙁 Será que consigo um bate volta? Abraço, Alexandre

  7. Minha esposa e eu eu também iremos nessa época. Chegaremos a Santiago dia 02/08 e voltaremos por Mendoza dia 12/08. Estamos preocupados com a possibilidade de interdição da estrada no inverno. As taxas de remarcação dos voos são muito altas, os voos de Santiago para Mendoza são muito caros e não há mais opções viáveis por via terrestre. Vamos arriscar deixando 2 dias de folga para imprevistos e fazer as reservas pelos booking, cujo cancelamento gratuito pode ser feito até dois dias antes. Só nos resta torcer pra dar tudo certo!

  8. Pois é pessoal…. Estamos em Santiago e iríamos a Mendoza na sexta feira de ônibus pela Cata. Em virtude das condições de tempo muito ruim, a estrada seria fechada de quinta até segunda feira. Como nosso voo de volta ao Brasil parte de Mendoza, para não perder esse vôo e ainda ter que comprar outro em cima da hora, tentamos ir hoje pela manhã, porém na hora do embarque a estrada foi fechada!!! Voltamos para o hotel e conseguimos comprar pela LAN por 850,00 reais ida e volta, mas cancelaremos a volta. Realmente não dá pra arriscar essa viagem no inverno; o tempo é muito imprevisível! Agora é curtir!

  9. Olá, irei ao Chile dia 29/09 com retorno dia 08/10, será que nesse período corro o risco de enccontrar a rodovia fechada?

  10. Oi, Thiago! Irei a Santiago em Janeiro. Você acha que vale a pena ir um dia à Mendoza e voltar no outro? Estou fechando as datas de hotel e estamos na dúvida. Obrigada pelas dicas.

  11. Ola amigos. Gostaria de umas dicas, stou indo pra Santiago agora em maio e quero fazer 2 travessias pra Argentina, pra Mendoza de carro e de Puerto Varas pra Bariloche de bus(e a melhor opcao ??) ou tambem e melhor de carro. ?? Parece q tbm tem uma opcao de barco, nao ?? Qual a mais legal/recomendada ?? Neste mes ja devera ter neve mas nao tao intensa a ponto de fechar estradas, certo ??
    Quanto esta o custo do tal seguro internacional pra poder atravessar as fronteiras ??
    Abs e grato por enquanto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *